segunda-feira, 26 de setembro de 2016

O amor é o sentimento que vai salvar o mundo

Ele entrou na minha vida sem alarde, sem eu saber que transformaria tudo. Numa época da minha vida que eu tava de boas e não sentia vontade alguma de um relacionamento. Então com uma semana de alguma coisa ele me pediu em namoro e eu aceitei. Porque ele me fazia rir de gargalhar, de um jeito que ninguém nunca tinha feito antes. Ele tira de mim algo que nem eu sabia que tinha, esse riso frouxo. Eu não sou expansiva nem pra ser alegre, gente, e com ele eu sou! Com ele, eu sou alegre, sabe.

Ensinei muitas coisas à ele, porque tem essa cultura de homem filhinho de mamai, né. De não saber fazer muita coisa na prática pois mamai sempre fez pra mim. Só que ele não sabe que foi ele que me ensinou as mais valiosas lições. Que me ensinou o poder da transformação. O poder do amor. Esse trocinho que a gente insiste em padronizar mas que na verdade não tem padrão nenhum. Ele me despadronizou por completo.

Ele me salvou de mim mesma, muitas vezes. Porque eu me saboto na cara dura, e ocasionalmente, acabo magoando ele também. Teve vezes que muito mesmo. Mas ele não toma pro lado pessoal. Ele vai lá e me acalenta. Diz que me ama. Chora e me cheira e me abraça. E diz que é possível o que eu acho impossível. Prova pra mim que eu tô enganadona. Me ensina que perdoar é possível. Transforma as coisas aqui dentro. Se torna meu professor de vida. Que o amor pode ser maior que tudo sim. E é mesmo. Porque ele me amou até quando eu não mereci. Obrigada MESMO por isso.

Quando eu tô com ele, eu sou capaz de enxergar o mundo com seus olhos. E esse mundo é tão melhor, porque nele eu estou com ele. A gente tá junto e consegue fazer o que a gente quiser. Sempre aquele 'vamo lá ver', o 'vou ver se tem'. A esperança é sempre a última que morre. No mundo dele a gente tem fé. Fé de que a gente pode tudo e de que tudo vai melhorar (spoiler: sempre melhora). Não tem nada que não seja superável ou contornável. Porque nós estamos juntos e juntos nós somos mais fortes. Foi ele que me falou.

Não é fácil a tarefa dele. Não é fácil me amar. Mas ele nunca desistiu, mesmo quando pareceu uma luta perdida. Ele se torna Dom Quixote, pega sua espada e luta bravamente contra o inimigo meio invisível. Tem toda paciência de esperar eu aprender sozinha com meus erros. Porque só assim eu aprendo. Quão incrível você tem que ser pra conseguir fazer isso? Meu herói. Meu ídolo. Um dia quero ser como você.

O que quero dizer com tudo isso, amor, é que você me revirou do avesso. Me mostrou o mundo. Me abraçou quando eu lutava pra ir embora. E eu sou tão grata por te ter em minha vida. Por cada vez que você me ignorou porque tava jogando videogame. Por cada vez que eu queria que você viesse correndo do trabalho e você ficou lá. Por cada vez que eu briguei a respeito da louça suja na pia. Não existe estresse da convivência humana que me faça achar que não vale a pena. Não existe obstáculo que me faça desistir de te ter em minha vida. Por todas as vezes ~e foram tantas~ que você me salvou e me mostrou que vale sim. Eu não desisto de você. Não desiste de mim, vai? Nunca, tá? Eu te amo tanto! Meu coração foi muito sábio no momento que decidiu apenas te amar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário