sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Receita: Rosca de Polvilho da vó Ilza

A receita de hoje eu resgatei do meu antigo blog, porque ela tem gosto de saudade e muito amor. Conheci através da minha falecida avó materna, aquela cozinheira de mão cheia, que na simplicidade do preparo conseguia alcançar sabores tão deliciosos que jamais serão reproduzidos. Mas eu me esforço pra chegar perto e essa rosca é uma das receitas dela que eu mais gostava.

E a consegui num golpe de sorte, eu andava super desejosa de comer a tal rosca da vó Ilza, mas só ela tinha a receita e pedi pra minha mãe, numa das reuniões na casa dela, toda sexta, pegar que eu iria fazer em casa. Com receita em mãos e depois de uma breve explicação ao telefone, fui fazer e deu errado. Sim, a primeira tentativa não se parecia nada com a que minha avó fazia. rs Mas eu não me fiz de rogada, pedi novamente uma explicação, assisti alguns vídeos no Youtube sobre o processo de escaldar o polvilho e na segunda vez, aí sim eu acertei! E até hoje toda a vez que preparo, me lembro dela, minha saudosa avó. Então vamos ver como prepara?

Ingredientes:
500g de polvilho doce
1 colher (café) de sal
1 Xícara (chá) de óleo
1 Xícara (chá) de leite
4 Ovos
Modo de fazer:
Despeje o polvilho em uma vasilha, leve para ferver o leite juntamente com o óleo e despeje essa mistura no polvilho, espalhando por toda sua superfície. Note que haverá uma parte que não absorverá a mistura de leite+óleo, ainda vai ter partes só do pó do polvilho mas não se preocupe. Espere amornar. Agora você vai esfarelar a mistura, com garfo, pra que tudo fique uniforme. É a parte mais chata e tem que ter braço, viu. Eu faço isso com movimentos como os de amassar batata pra fazer purê, misturando o polvilho com a gosminha que se forma da mistura do leite+óleo com parte do polvilho. O importante aqui é isso, eliminar as partes em que ainda resta apenas o pó, misturar tudo. No início vai grudar um pouco no garfo mas é só retirar com os dedos mesmo e continuar. Abaixo tem fotos de tudo pra vocês não se perderem, tá? Bom, depois que a mistura ganhar um consistência de farofa, reserve novamente. Daí você vai bater as claras dos ovos em neve e misturar as gemas. Adicione isso na farofa de polvilho aos poucos, até estar tudo bem uniforme. Unte uma fôrma com buraco no meio com óleo e despeje a massa. Leve ao forno pré-aquecido até dourar. Fica bem durinho por fora (até difícil de cortar as fatias) e macio por dentro. Eu aconselho a consumi-la em no máximo dois dias, com o tempo ela vai ficando muito mais dura e ressecada, daí eu já não acho tão gostoso. Ai, tá me dando água na boca! rs Eu sei que o preparo não é dos mais simples mas o resultado compensa tudo, juro!
Follow my blog with Bloglovin

6 comentários:

  1. Admiro muito quem não desistem quando a receita dá errado na primeira tentativa! Haha, eu geralmente fico bem chateada e demoro a tentar novamente. Mas também tem o fato de que eu não sou lá tão fã de cozinhar. Preparo poucas coisas, mas coisas que gosto muito. Salvei a receita da sua vó! Quem sabe um dia eu tento, mas é bem provável que a minha não fique com uma aparência tão boa quanto a sua. (:

    ResponderExcluir
  2. Claudinha acabando com as dietas since...


    Idade não vem ao caso!!! hahahahahahahahaha!!!

    ResponderExcluir
  3. Claudinhaaaaaa menina, achei seu blog de novo!!
    Fiquei feliz, sentia saudade dos seus posts e comentários!
    :)
    Nham, a rosca de polvilho está com uma cara ótima! Pelas fotos achei que fosse um pouquinho de canela também, mas nem né?

    Vou continuar te visitando aqui!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. @Yule, oieeee, você andou muito sumidaa! :~ Vam pará, hein. ^rs Não vai canela mesmo não, viu. rs E faça, não vai se arrepender. ;)

    ResponderExcluir
  5. @Thay, haha pra comer, eu não tenho preguiça, viu. :~ #vaigordinha E tomara que um dia você se anime e faça mesmo, porque é muito boa! Com um cafézinho então...nossa! :*

    ResponderExcluir
  6. @Sol, não vem ao caso, não vem rs Mas pra quê dieta, né? Humpf U_U

    ResponderExcluir